Ingrediente secreto: persistência

Foto: shutterstock

Para algumas pessoas desenvolver o hábito de leitura é um grande desafio. Já outras acreditam que não existe nada melhor do que sentar-se em um lugar tranquilo e mergulhar na história que o autor desenhou.

Como já falamos aqui, na sessão dicas de leitura, ler é um hábito que só traz benefícios e, quando organizamos bem a nossa rotina, sobra tempo para desfrutar de um bom livro.

Você já tentou ler um livro e não conseguiu absorver o conteúdo? Se sim, talvez tenha faltado concentração no momento da leitura. Quando precisamos ler algo e aquela leitura está complicada, uma dica é focar totalmente na atividade.

Persistência também é um ingrediente perfeito para complementar essa jornada de aprendizado. Ao longo da vida, vamos aprendendo muitas coisas para algumas coisas temos mais facilidade, já outras mais dificuldade é natural.

Quando começamos a ler e enfrentamos dificuldade para entender o que o autor deseja expressar não podemos desistir. Uma dica já conhecida pelos membros do Clube Unilivros é fazer anotações e grifar os trechos mais complicados.

Outra dica que podemos ensinar é deixar o texto descansar. Parece estranho, não? Mas saiba que essa é uma atitude muito eficiente, às vezes, estamos muito cansados e o cérebro não consegue absorver novos conteúdos, então, o melhor a se fazer é retornar à leitura em outro momento. Você vai perceber que essa simples atitude facilitará e muito a sua leitura.

Em relação a nossa leitura do mês, quando houver alguma dúvida, não deixe de nos enviar pelos comentários. Dessa maneira, outras pessoas poderão aprender com você!

Comentários (2)

Faço muito isso, tem hora que o texto, não vai, aí deixo lá, de ladinho, depois volto… Mas tem outros que vão muito fácil, de uma só vez e, quando a gente menos espera, já terminou a leitura…

Já abandonei um livro na metade porque não estava entendendo. Um ano depois, retomei a leitura e fluiu. Parecia outro livro, porque eu estava mais madura, ja tinha lido outras coisas. As vezes não estamos maduros para aquela leitura. Essa dica faz diferença.

Deixe um comentário