Seja a própria benção

Todos nós já conhecemos alguém que tem êxito em tudo o que se propõe a fazer, que faz a diferença onde quer que esteja.

Na época em que viveu, Abraão, o Pai da fé, era uma dessas pessoas.

Quando os empregados de Ló, seu sobrinho, começaram a entrar em conflito com os empregados de Abraão, este decidiu que era hora de se separarem.

A plenitude da confiança de Abraão em Deus era tão magnífica que, mesmo estando na liderança e podendo optar pelo melhor para si, ele ignorou o seu privilégio e deixou seu sobrinho escolher. Ló olhou ao seu redor e escolheu o lugar mais agradável visualmente, deixando Abraão com a terra que restara.

Aos olhos humanos, Abraão havia ficado em desvantagem. Todavia, devido à qualidade de sua fé, mesmo na mais terrível parte da terra, ele seria abençoado, pois sua benção não estava no que seus olhos viam, mas naquilo que o seu coração determinasse onde quer que fosse.

Seu tesouro incalculável, invisível aos olhos do mundo, transformaria até o maior deserto em um oásis.

Assim é com todos aqueles que possuem uma fé semelhante à de Abraão.

Se você também deseja fazer a diferença onde quer que esteja, leia conosco o capítulo 3 do livro “A Fé de Abraão”, do Bispo Edir Macedo, nossa leitura desse bimestre.

E não deixe de compartilhar suas impressões de leitura conosco!

Related Posts

Deixe um comentário