Firme um compromisso com a verdade

Crescemos ouvindo que mentir é errado e que é sempre preferível ser verdadeiro. Porém, quantas vezes não desejamos, em nosso íntimo, não sermos confrontados pela verdade? 

Isso acontece porque, diferentemente da mentira, a verdade dificilmente é agradável. Enquanto a primeira nos mantém na ignorância e, por vezes, amacia o nosso ego, a segunda nos fere ao mostrar as coisas como elas realmente são. E uma vez que a verdade entra pelos nossos ouvidos, não temos como voltar no tempo. Está feito. 

Quando o Senhor Jesus confrontou os religiosos da sua época, foi duramente criticado. Mas ele foi o primeiro a ter coragem de falar aquilo que eles precisavam ouvir. E, apesar dos olhares ferozes e das pedras nas mãos daqueles que achavam que não possuíam falha alguma, Ele não suavizou nenhuma palavra, mesmo sabendo que isso lhe custaria ainda mais perseguições. 

A verdade, ouvida ou dita, pode parecer dolorosa no início, mas a dor abre os nossos olhos e nos oferece uma possibilidade de mudança, enquanto a mentira é como um líquido que inicialmente aparenta ser doce, mas a longo prazo revela-se amargo ao nosso paladar. 

O fato é que podemos optar por enxergar a verdade como uma ofensa ou como um ato de amor. Cabe a cada um escolher como irá enxergá-la. 

Se você deseja permanecer alicerçado na verdade, leia conosco os capítulos 8, 9 e 10 do livro “21 Dias Que Mudarão Sua Vida”, nossa leitura desse bimestre

E se você ainda não começou a leitura do livro, não se preocupe. Ainda dá tempo!  

Related Posts

Deixe um comentário