Como Deus seleciona os seus escolhidos?

Você já passou por algum processo seletivo?

Muitas pessoas já tiveram a experiência de passar por um processo de seleção. Seja para disputar uma vaga de emprego, para concorrer a uma bolsa na universidade dos sonhos ou mesmo para outras situações.

Nesses casos, é comum que os candidatos sejam submetidos a diversas avaliações, como provas e entrevistas, com o intuito de avaliar se ele está capacitado intelectualmente para a vaga que deseja alcançar.

Na época de Gideão, para livrar o seu povo da opressão dos inimigos, Deus contou com os filhos de Israel. Nessa ocasião, o Senhor também realizou uma seleção. Todavia, os seus critérios eram completamente diferentes das exigências humanas.

Inicialmente, quando Gideão tocou a trombeta, 32 mil homens se apresentaram. Aos olhos humanos, cada um deles seria necessário na batalha, visto que os inimigos estavam em maior quantidade.

Porém, Deus pediu para que todos os medrosos e tímidos se retirassem. Restaram apenas 10 mil homens. E, após a prova proposta por Deus, esse número caiu para 300.

Nas seleções feitas por seres humanos, capacidade intelectual, força e beleza são virtudes externas importantes. Já para Deus, o que conta é a dependência dEle, além de força interna e coragem, uma vez que a batalha a ser travada diariamente não é de natureza física, mas sim espiritual.

Se você deseja descobrir qual foi o desfecho dessa batalha, leia conosco os capítulos 14 e 15 da nossa leitura do bimestre, o livro “Gideão e os 300”, escrito pelo Bispo Edir Macedo.

E não esqueça de deixar o seu comentário aqui embaixo, ok?

Related Posts

Deixe um comentário